Nomeado por Sarney Filho para Ibama já comemorou comer animal silvestre

Foto: Facebook

Nomeado pelo ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, como superintendente do Ibama em Tocantins, Luciolo Cunha Gomes brincou em 2013, que tinha "medo" de ser flagrado pelo órgão de fiscalização ao comer um animal silvestre.

A Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Especialista de Meio Ambiente (Ascema Nacional), publicou um post atribuído a Lucíolo de 28 de julho de 2013, em que ele escreveu "Deliciando pernil de Caitutu (...) o medo aqui é só aparecer o IBAMA... rsss".

Caçar e utilizar animais silvestres sem permissão das autoridades ambientais é crime ambiental cuja pena varia de 6 meses a um ano de prisão, além de multa.

O caitutu também é conhecido como "porco do mato".

Gomes, que é advogado, foi nomeado em 9 de agosto no lugar de Flávio Luiz de Souza Silveira, biólogo e servidor de carreira.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter